Português | English

ONC Produções

A ONC Produções Culturais, lda. é uma empresa ao serviço das entidades públicas ou privadas (autarquias, empresas, associações e agentes culturais em geral) que pretendam contratar, para a realização de espectáculos, músicos ou grupos musicais. [mais sobre a ONC]

Destaques

Cristina Branco fecha um ano de concertos com Camané e Manuela Azevedo no CCB

11 de Dezembro, Grande Auditório do CCB, 21h00

Camané e Manuela Azevedo são convidados de Cristina Branco para o concerto que fecha a digressão deste ano do seu disco mais recente, “Idealist”, no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, dia 11 de Dezembro. Além dos dois cantores convidados, o concerto no CCB contará com a presença do pianista João Paulo Esteves da Silva, do guitarrista Mário Delgado e do baterista Alexandre Frazão.
“Foram 18 anos, desde o primeiro palco improvisado até hoje”, lembra Cristina Branco, que se escusa a fazer “mais uma vez a elegia da cantora”, lembrando antes “um desfile de gente que cruzou” os seus passos. “Sim, continuo e trago gente linda, talentosa, comigo!”, refere Cristina Branco. Na gente talentosa que estará no Grande Auditório do CCB incluem-se, naturalmente, os seus companheiros habituais Ricardo Dias (piano), Bernardo Couto (guitarra portuguesa) e Bernardo Moreira.

Cristina Branco e João Paulo dão três concertos no Canadá

27 Novembro – Glenn Gould Studio, Toronto, Canadá – 19h00
28 Novembro – Sala Óscar Peterson Hall, Universidade Concórdia, Montreal, Canadá – 20h00
29 Novembro - Universidade de Otava, Huguette Labelle Hall, Otava, Canadá – 18h00

Não é preciso mais do que uma voz e um piano para encher um palco e prender uma plateia, como o deverão provar Cristina Branco e João Paulo Esteves da Silva nos três concertos aprazados para o fim deste mês de Novembro em três cidades canadianas. Cristina e João Paulo são cúmplices há já muito tempo: há canções escritas pelo pianista/compositor para vários discos da cantora e há, nos últimos anos, a partilha do mesmo palco em projectos como as canções de Schumann ou de Cole Porter, com resultados muito convincentes.